Stim Camaçari debate “Impactos da Reforma na Perspectiva Racial”

Stim Camaçari debate “Impactos da Reforma na Perspectiva Racial”

Geral CTB Regional Metropolitana 18/11/2019 há 3 semanas

Federação dos metalúrgicos e mineradores da Bahia, Stim Camaçari, UNEGRO e CTB-Bahia, realizam encontro de sindicalistas e militantes da Frente Antirracismo de Camaçari e região. O evento aconteceu 14/11,  e reuniu dezenas de ativistas para debater, Impactos da Reforma na Perspectiva Racial", e novas estratégias de luta para o enfrentamento ao racismo, a opressão do capitalismo e discriminação no mercado de trabalho, nas periferias e nas instituições de governo.

Na oportunidade,  formam debatidos diversos temas importantes da atualidade: Reforma da Previdência , trabalhista, saúde da população negra, violência e genocídio de jovens negros, Intolerância religiosa, violência contra mulher,  além do racismo no mundo do trabalho

 

Entidades participantes:

CTB-Bahia

CUT

 FETIM - BA

 Sindicato dos Metalúrgicos

 APLB - Camaçari

Sindquímica

Stim Candeias

Sintravi

 UNEGRO

 As Marias

GRT -Camaçari

 

Propostas tiradas no evento:

 1- Construção da convergência negra de Camaçari através do ENEC ainda no ano de 2019

 2- Encaminhar relatório da atividade realizada as entidades Sindicais presentes, centrais sindicais e entidades do movimento negro.

 3- Participação da militância nas atividades dos dias 20 de novembro às 8h, em salvador e a tarde em Camaçari, e também na atividade do dia                                   22/11, no auditório do Sindicato dos Bancários em Salvador

 4- Fortalecimento das lutas sindicais na temática racial e nas lutas gerais e apoio por parte do movimento negro social

 5- Realização de encontros para construção de estratégias, formar, preparar as novas lideranças

 6- Trabalhar e preparar novas lideranças sindicais negras homens e mulheres para disputar cadeiras nas casas legislativas e também  no                    Poder  Executivo.

 7- Reivindicar aos governos aplicação das ações afirmativas e políticas públicas capazes de erradicar a fome, a violência e as desigualdades           em Camaçari, e na Bahia.

  8- Defender a estrutura do estatuto da igualdade racial local, aprovação e funcionamento do conselho da igualdade racial.

  9- Sanção do feriado do 20 de novembro, por parte da Câmara de Vereadores e do chefe do executivo de Camaçari com política reparatória  e           compensatória