Protesto no Santander em Salvador surte efeito

Protesto no Santander em Salvador surte efeito

Geral CTB Geral 14/05/2019 há 2 meses

Das 29 agências selecionadas pelo Santander em todo Brasil para realizar trabalho 'voluntário' de educação financeira aos sábados, somente em Salvador, o banco entrou com interdito proibitório para sábado (11/05).
A intenção da liminar era impedir que os diretores do Sindicato e da Federação da Bahia e Sergipe interferissem na abertura da unidade.

Apesar de todas as investidas do Santander, a manifestação surtiu efeito e teve o apoio da população e apenas um cliente compareceu. Um material com os abusos cometidos pelo banco espanhol foi distribuído no local.

O Santander é campeão em reclamações no Banco Central e cobra tarifas elevadas, mas deixa muito a desejar. O diretor do SBBA e membro da COE Santander, Adelmo Andrade, destaca que "educação financeira é ofertar um plano de saúde com um valor mais justo para o funcionalismo".

Abrir a agência aos sábados, dia de descaso da categoria, sem nenhuma proteção e direito trabalhista é deixar o bancário exposto. A Convenção Coletiva de Trabalho da categoria prevê trabalho de segunda a sexta-feira. Os funcionários terceirizados também trabalharam sem receber nada. Inadmissível.

Ainda tem mais. Como na entrada do Santander tinham três homens aparentemente armados, os diretores das entidades entraram em contato com a Polícia Militar. Quando os policiais chegaram, eles já tinham ido embora. O protesto também teve apoio do Sindmoto da Bahia.

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia.