CTB Bahia se reúne com gerência do INSS em Salvador

Geral CTB Regional Metropolitana 13/03/2014 há 5 anos

Dirigentes da CTB Bahia se reuniram nesta quarta-feira (12/3) com o gerente-executivo do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em Salvador, Alberto Sacramento, para retomar o diálogo com a entidade no estado. Em pauta, as perícias médicas, a reativação do Conselho de Previdência Social e a criação de um canal direto de comunicação com o Instituto para atendimento das demandas dos trabalhadores.

No encontro, ficou decidido um cronograma bimensal de encontros entre o INSS e a CTB, a partir do mês de maio. O primeiro tema em debate será a legislação previdenciária e os procedimentos adotados pela Perícia Médica do Instituto na análise da incapacidade laborativa, para fins de concessão e manutenção de benefícios. Na ocasião, o perito médico e chefe do Serviço de Saúde do Trabalhador, João Eduardo Pereira, também analisará questões trazidas pela CTB.

Para a secretária de Saúde da CTB Bahia, Jaíra Santiago, o encontro foi muito importante, pois abre a porta do diálogo com a Previdência. “Nós, como entidade do movimento sindical, precisamos ter este diálogo com a Previdência, que até então tinha fugido de atividades, seminários e congressos para discutir saúde do trabalhador. Nós tivemos um momento de crise com Previdência, quando não conseguimos uma boa relação com a entidade, mesmo buscando este entendimento. No encontro de hoje foi diferente e tivemos uma boa recepção da Gerência Executiva. Isso é muito importante e vamos manter este diálogo”, enfatizou.  

O gerente do INSS Alberto Sacramento também ficou satisfeito com as decisões acordadas. “É uma parceria importante para futuramente concretizar as diretrizes do Projeto Salvador e descentralizar a demanda espontânea nas unidades, com o Atendimento Expresso”. Sacramento reforça que a aproximação do Instituto com a sociedade é fundamental para aprimorar a qualidade dos serviços prestados. “O retorno do público nos mostra onde estamos bem e onde precisamos melhorar. Isto enriquece as estratégias de gestão”.

 

Com informações da Ascom do INSS na Bahia.