Metalúrgicos de Camaçari realizam várias atividades contra o fechamento da Ford

Metalúrgicos de Camaçari realizam várias atividades contra o fechamento da Ford
Foto: Aurino Pedreira

Geral 12/01/2021

Os trabalhadores da Ford se reuniram na manhã desta terça-feira (12), durante a assembleia convocada pelo Sindicato dos Metalúrgicos da Bahia. O ato aconteceu em frente ao prédio da montadora, que anunciou na última segunda-feira (11) de forma surpreendente e rasteira, o fim das operações no Brasil. Em Camaçari, a empresa mantém atividade há cerca de 20 anos.

Para Pascoal Carneiro, presidente da CTB-Bahia, é uma perversidade o que a Ford está fazendo na Bahia, “ Não vamos aceitar essa atitude desrespeitosa que a Ford está tendo com os baianos. A Ford gastou nosso dinheiro, nos deve e quer ir embora?  Como vao ficar os pais e mães de família? São cerca de 10 mil desempregados na Bahia. Vamos lutar junto aos parlamentares para acharmos uma saída, desabou Pascoal.

A CTB-Bahia junto com outras entidades participaram da assembleia e levaram o apoio para o Sindicato das Metalúrgicos, que continua em busca de negociação para reverter o quadro dramático e garantir a manutenção da fábrica e dos postos de trabalho. Mas, diante da insistência da Ford em fechar a unidade, o sindicato vai também lutar por uma negociação que assegure uma indenização justa aos milhares de pais e mães de família que estão com o emprego em risco.

Atividades do Sindicato dos Metalúrgicos da Bahia:

12/01 - Assembleia no Complexo Ford

Carreata até à prefeitura de Camaçari

Reunião na governadoria

13/01

Atividade no Centro Administrativo da Bahia (CAB)

Concentração na balança até a ALBA e a Governadoria